TRANSPOSIÇÃO DO RIO SÃO FRANCISCO: ENTENDA A OBRA.

A transposição do rio São Francisco é um projeto de deslocamento de parte das águas, no Brasil, nomeado pelo governo brasileiro como Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional.

Objetivo do projeto é direcionar parte das águas do rio para o semiárido nordestino. Apesar das obras terem se iniciado em 2007, a ideia da  transposição é muito mais antiga: começou a ser discutida em 1847 por intelectuais do Império Brasileiro de Dom Pedro II.

No modelo atual, prevê o desvio de 1% a 3% das suas águas para abastecer rios temporários e açudes que secam durante o período de estiagem. Para isso, conta com a construção de mais de 700 quilômetros de canais que farão o desvio do volume. A obra divide-se em dois grandes eixos. O Eixo Norte se encarrega de captar as águas em Cabrobó (PE) e levá-las ao sertão de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte. O Eixo Leste, por sua vez, realizada a captação das águas em Floresta (PE) a fim de beneficiar territórios de Pernambuco e Paraíba.